TERÇA-FEIRA, 16 DE JULHO DE 2019
Predomínio de Sol
23º
MÁX
10º
MIN
1020 AM
Rádio Independência
106,5 FM
Rádio São Miguel
93,3 FM
Rádio Terra das Águas
89,7 FM
Rádio Guaíra
820 AM
Rádio Cultura Foz
Marechal C. Rondon
| Marechal C. Rondon | Fonte: Catve | Fotos: Catve | 22 de Novembro de 2018

Falta de profissionais em Marechal Rondon suspende atendimentos

A Unidade de Saúde do Bairro Augusto foi uma das seis que ficou sem atendimento médico na quarta-feira (22) em Marechal Cândido Rondon. A determinação da organização Pan-Americana de Saúde de que os médicos cubanos encerrassem ontem mesmo as atividades pegou de surpresa o município. Com mais de 44 mil habitantes, a cidade contava até então com 15 médicos, 11 só do Programa Mais Médicos, dos quais cinco eram cubanos. Ou seja, com a saída de Cuba do programa, Marechal Cândido Rondon fica temporariamente com um terço de médicos há menos, o que fez com que a Secretaria de Saúde tomasse previdências emergenciais.

Por conta das medidas, uma gestante conseguiu ser atendida nesta quinta-feira (22). Mas o seu Wilson, que gostava do atendimento dos médicos cubanos, ainda está preocupado.

Na semana seguinte ao comunicado da Opas sobre a saída dos médicos cubanos, o Ministério da Saúde abriu um edital emergencial do Programa Mais Médicos. O objetivo é garantir que o período de falta de assistência médica para as populações atendidas por cubanos seja o menor possível.

O primeiro edital prevê a contratação de médicos com CRM, ou seja, formados no Brasil ou que fizeram o revalida, e permanece aberto até o dia 25 de novembro. A partir de então, os profissionais poderão se dirigir para as cidades em que foram alocados. A expectativa é que eles comecem as atividades a partir do dia 3 de dezembro.

No início do dia 26% dos médicos que tiveram as inscrições efetivadas já haviam sido alocados em um município. Como é o caso de um profissional do nordeste que entrou em contato hoje com a Prefeitura de Marechal Cândido Rondon. No entanto, a preocupação é que os ataques cibernéticos registrados na plataforma atrase o processo.

Em todo o Brasil são 8.517 vagas distribuídas em 2.824 municípios e 34 Distritos sanitários especiais indígenas. Dos 18 municípios da 20º Regional de Saúde, 11 estão inclusos: Além de Marechal Cândido Rondon, Toledo, Santa Helena, Assis Chateaubriand, Guaíra, Maripá, Nova Santa Rosa, Quatro Pontes, São José das Palmeiras, Terra Roxa e Pato Bragado. Muitos desses, sem estratégias para suprir a demanda até a chegada dos novos profissionais.

Caso não haja o preenchimento total das vagas ou haja desistências, o Ministério da Saúde informou que um segundo edital será lançado na próxima semana, com vagas para brasileiros e estrangeiros formados no exterior.

Costa Oeste News Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 99102-5533
Rádio São Miguel Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 98407-8348
Rádio Terra das Águas Telefone (45) 3268-8778 | Whatsapp (45) 98818-3666
Rádio Independência Telefone (45) 3264-1713 | Whatsapp (45) 99935-8890
Rádio Guaíra Telefone (44) 3642-1945 | Whatsapp (44) 99118-5606