QUARTA-FEIRA, 21 DE AGOSTO DE 2019
Parcialmente Nublado
28º
MÁX
14º
MIN
1020 AM
Rádio Independência
106,5 FM
Rádio São Miguel
93,3 FM
Rádio Terra das Águas
89,7 FM
Rádio Guaíra
820 AM
Rádio Cultura Foz
| Fonte: Alessandro Kunhaski | Fotos: monterealonline | 14 de Maio de 2019

Suinocultores da região já sentem reflexos positivos após crise da peste suína na China

O colapso chinês começa abrir portas para a carne produzida no Brasil.

A peste suína africana está matando milhões de animais e obrigando a China a procurar alternativas para suprir as perdas. O colapso chinês começa abrir portas para a carne produzida no Brasil. Essa demanda cresceu depois que o país asiático autorizou frigoríficos brasileiros a exportar subprodutos de carne de porco.

Do pequeno ao grande produtor o reflexo já pode ser sentido na estimativa de produção. Segundo o Diretor Executivo da Frimesa, Elias Zydek, os frigoríficos de Medianeira e Marechal Cândido Rondon estão trabalhando com capacidade total. (Ouça abaixo 1)

O pequeno produtor da região também está comemorando. Miguel Belini morador da comunidade de Linha Sanga Seca, em Missal, conta com 500 animais na sua granja. Com o momento favorável, ele faz planos para mais do que dobrar a produção de porcos. (Ouça a baixo 2 )

O analista da MB Agro, César de Castro, em entrevista para o Canal do Boi afirmou que a demanda chinesa por exportação de carne suína será duradoura e pode ser permanente. ( Ouça abaixo 3)  

 

 

Segundo o Diretor Executivo da Frimesa, Elias Zydek.
O pequeno produtor da região também está comemorando Miguel Belini.
Analista da MB Agro, César de Castro.
Costa Oeste News Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 99102-5533
Rádio São Miguel Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 3565-1022
Rádio Terra das Águas Telefone (45) 3268-8778 | Whatsapp (45) 98818-3666
Rádio Independência Telefone (45) 3264-1713 | Whatsapp (45) 99935-8890
Rádio Guaíra Telefone (44) 3642-1945 | Whatsapp (44) 99118-5606
Rádio Cultura Foz Telefone (45) 3026-8020 | Whatsapp (45) 99827-8200