SÁBADO, 21 DE SETEMBRO DE 2019
Parcialmente Nublado
29º
MÁX
17º
MIN
1020 AM
Rádio Independência
106,5 FM
Rádio São Miguel
93,3 FM
Rádio Terra das Águas
89,7 FM
Rádio Guaíra
820 AM
Rádio Cultura Foz
Paraná
| Paraná | Fonte: AEN | Fotos: Reprodução | 04 de Junho de 2019

Ceasa de Foz facilita inspeção de produtos que vão para o Paraguai

A unidade inaugura na quinta-feira (06) a Área de Controle Integrado

A Ceasa de Foz do Iguaçu inaugura na quinta-feira (06) a Área de Controle Integrado (ACI). O novo serviço facilitará e agilizará as inspeções fitossanitárias na comercialização de hortigranjeiros para o Paraguai.

“Estamos disponibilizando um espaço próprio na unidade para que técnicos brasileiros, do Serviço Nacional de Qualidade e Sanidade Vegetal e de Sementes (Senave), órgão do Ministério da Agricultura, e também técnicos paraguaios, façam a fiscalização dos hortigranjeiros que serão comercializados para o país vizinho”, explica o diretor-presidente da Ceasa Paraná, Eder Eduardo Bublitz.

Segundo ele, com essa certificação já no próprio mercado atacadista da unidade os compradores ganham na agilidade quando atravessarem a fronteira entre os dois países, apresentando as guias de liberação e verificação de cargas.

De acordo com o gerente da Ceasa de Foz do Iguaçu, Valdinei Loesi dos Santos, o tema vinha sendo discutido desde outubro do ano passado. “Fizemos várias reuniões para discutir como poderíamos atender as legislações brasileira e paraguaia. Com essa inspeção sendo feita aqui mesmo no mercado, evitamos o duplo trabalho. Antes, era realizada tanto do lado brasileiro como do lado paraguaio nas respectivas fiscalizações junto à fronteira”, diz o gerente da Ceasa,

Atuam no mercado da Ceasa de Foz do Iguaçu 56 empresas atacadistas. No Mercado do Produtor, cerca de 15 agricultores por dia, em média, comercializam diretamente suas produções. A unidade comercializa cerca de 5,9 mil por toneladas de hortigranjeiros mensalmente. Desse volume, 50% são negociados para o Paraguai.

Além dos técnicos dos respectivos ministérios da Agricultura do Brasil e do Paraguai, participaram também desses trabalhos para a criação da ACI, a diretoria da Associação Representativa dos Usuários da Ceasa de Foz do Iguaçu (Arufi).

“É de interesse dos produtores e permissionários atacadistas que as ações sejam realizadas nas dependências da nossa Ceasa. Com esse trabalho de fiscalização sendo feito na unidade, acredito que teremos um aumento gradativo no volume de comercialização de hortigranjeiros no atacado”, Santos.

A medida contempla também o Acordo de Recife, que tratou do disposto na Instrução Normativa número 39/2017, que atende os requisitos mínimos necessários para a sua habilitação perante o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Essa lei aprovou o funcionamento do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional a – Vigiagro, suas regras e os procedimentos técnicos, administrativos e operacionais de controle e fiscalização executados nas operações e trânsito internacional de produtos de interesse agropecuário.

Costa Oeste News Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 99102-5533
Rádio São Miguel Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 3565-1022
Rádio Terra das Águas Telefone (45) 3268-8778 | Whatsapp (45) 98818-3666
Rádio Independência Telefone (45) 3264-1713 | Whatsapp (45) 99935-8890
Rádio Guaíra Telefone (44) 3642-1945 | Whatsapp (44) 99118-5606
Rádio Cultura Foz Telefone (45) 3026-8020 | Whatsapp (45) 99827-8200