QUINTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2020
35º
MÁX
22º
MIN
1020 AM
Rádio Independência
106,5 FM
Rádio São Miguel
93,3 FM
Rádio Terra das Águas
89,7 FM
Rádio Guaíra
820 AM
Rádio Cultura Foz
Paraná
| Paraná | Fonte: CBN | Fotos: Nani Gois/Alep | 11 de Setembro de 2019

Projeto do fim das licenças-prêmio é retirado da pauta da CCJ

O projeto de lei complementar do Poder Executivo, que prevê indenizar os servidores que têm direito à licença-prêmio e a médio e longo prazo acabar com a licença especial, foi retirado da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná nesta terça-feira (10).

Os deputados de oposição e situação acataram a um pedido dos servidores para que tenham mais tempo de diálogo com o Governo. A retirada aconteceu após muita pressão do funcionalismo. O relator da proposta é o deputado Tiago Amaral (PSB). Na semana passada, ele apresentou parecer favorável à iniciativa na forma de substitutivo-geral. Isso porque, o parlamentar alterou algumas questões referentes a termos técnicos do projeto.

O deputado explicou que a retirada do projeto nesta semana foi feita para que os servidores e o governo possam entrar em um acordo. (Áudio 1)

O projeto de lei complementar prevê indenizar os servidores que têm direito à licença-prêmio e a médio e longo prazo acabar com a licença especial. Conforme a iniciativa do Executivo, a prioridade será o pagamento das indenizações de aposentados e aqueles que estão em abono de permanência, ou seja, que já têm direito à aposentadoria, mas continuam na ativa.

Segundo o Governo, o objetivo do projeto é zerar o passivo das licenças-prêmio, que chega a quase R$ 3 bilhões, e extinguir o benefício, seguindo o exemplo de outros estados, como Rio Grande do Sul, Bahia e Distrito Federal, além da União.

Os servidores não concordam com a proposta. Marlei Fernandes, presidente do Fórum das Entidades Sindicais (FES), diz que esse tempo de debate é necessário. (Áudio 2)

Marlei destaca ainda, que se o Governo não voltar atrás, pode ocorrer uma nova greve do funcionalismo no Estado. (Áudio 3)

Na próxima segunda-feira (16), acontecerá uma reunião na Casa Civil com o Fórum das Entidades Sindicais (FES) e representantes do Governo. A expectativa é que na terça-feira o projeto retorne à pauta da CCJ.

Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias no whatsapp.

Áudio 1 - Deputado Tiago Amaral
Áudio 2 - Marlei Fernandes - Presidente do Fórum das Entidades Sindicais
Áudio 3 - Marlei destaca ainda, que se o Governo não voltar atrás,
Costa Oeste News Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 99102-5533
Rádio São Miguel Telefone (45) 3565-1022 | Whatsapp (45) 3565-1022
Rádio Terra das Águas Telefone (45) 3268-8778 | Whatsapp (45) 98818-3666
Rádio Independência Telefone (45) 3264-1713 | Whatsapp (45) 99935-8890
Rádio Guaíra Telefone (44) 3642-1945 | Whatsapp (44) 99118-5606
Rádio Cultura Foz Telefone (45) 3026-8020 | Whatsapp (45) 99827-8200